'); Subestação de energia Alter do Chão - consulta pública - O BOTO - Alter do Chão
[ editar artigo]

Subestação de energia Alter do Chão - consulta pública

Subestação de energia Alter do Chão - consulta pública

A reunião da empresa Equatorial Energia, PA, distribuidora de energia de Santarém, frente à comunidade aconteceu no dia 25 de abril de 2022 no hotel Beloalter. A presença da vila era bastante expressiva e se juntou às autoridades e funcionários públicos de Santarém. Eram presentes membros da administração distrital, do conselho comunitário, do conselho da APA, Semma, bombeiros, OAB, comerciantes e comunitários. A consulta pública, chamada pelo Arthur Oliveira, gerente de relacionamento da empresa Equatorial Pará,  de “consulta pública informativa”, foi exatamente isso, objetiva e curta. Por exemplo, não foi apresentada uma planta da futura subestação, foi dado mais  ênfase em aspectos ambientais e de segurança da obra planejada. 

"Em quesito investimento público Alter sempre foi tratado como um filho bastardo de Santarém. Por isso, essa mudança de paradigma é muito bem vinda!"

resume sr. José Carlos Zampietro do Beloalter o sentimento da vila.

 

Investimento será na subestação, rede de distribuição e manutenção

"Não adianta ter uma Ferrari na garagem e ser obrigado a andar em rua cheia de buracos!"

sintetiza Arthur Oliveira os planos da Equatorial. O investimento será de 11,28 milhões, engloba uma subestação de energia em Alter do Chão, (6,3 MVA) reformará/redimensionará também a rede de distribuição da energia (34 km de linha 34,6 kV), reduzirá a queda de tensão e fiscalizará mais de perto todos os tipos de perdas, inclusive as ilegais, popularmente chamados de gatos. Somando que tudo isso, junto com uma boa manutenção beneficiará não só Alter do Chão, mas também o Eixo Forte, no total conforme informação da empresa 27.640 pessoas. A subestação, toda murada, ocupará um terreno na esquina Travessa Antônio Alves, perto do barracão dos Botos, estrada do Pindobal, Jacundá, saída para Belterra. A obra durará 4 meses e se tudo der certo, iniciará em novembro deste ano.

Slides da apresentação da Equatorial Energia, Pará, em cima planta da rede de fornecimento de energia, abaixo a localização da futura subestação Alter do Chão

"A nova subestação é calcada na realidade da vila cujo carro chefe é o turismo!"

Ivo Oliveira da AETHA, organização de hotéis e pousadas de Alter, foi direto ao ponto. A futura subestação Alter do Chão promete melhorar, e muito, o abastecimento/fornecimento  de energia de Alter do Chão, enfim dando conta do ponto turístico que Alter do Chão é, fato também foi sublinhado pelo administrador distrital Carlos Santos. Os dois lembraram que 90% dos habitantes da vila vivem de alguma maneira direta ou indireta do turismo, sempre lembrando que Alter já deve ter por volta de 12.000 habitantes fixos. População que facilmente dobra ou até triplica no pique das festas do Sairé ou no fim do ano. Falando no fim do ano - foi mencionado o réveillon infeliz de 2019/2020 no qual a vila sofreu com um apagão geral. Se Deus quiser, enfim página virada.

Sugestões da vila

Para fechar aqui algumas sugestões da vila para a nova subestação:

- Formação de um GT para acompanhar a obra, sugerido por Gabriel Buchale

- Camuflar e integrar a estação na paisagem amazônica por exemplo com uma massa vegetal, dando a devida atenção também para o elemento paisagístico, lembrando que árvores e sua sombra são muito bem vindas num lugar turístico, especialmente na Amazônia,  sugestão do GT de arquitetos, Tamara Saré e Tula Barcellos. Outra sugestão do GT é a apresentação do projeto arquitetônico da subestação com planta de locação exata. Ela é importante  para avaliar o posicionamento dos elementos da construção no seu contexto e os impactos dos mesmos na paisagem urbana. O grupo também pediu que a empresa avalie colocar em alguns importantes pontos turísticos  a rede de distribuição subterrânea, mesmo que isso implica num custo elevado. 

- No quesito atendimento ao consumidor - a aposta da Equatorial é por completo no digital. Está descartado qualquer atendimento in loco em Alter do Chão. Todas as operações e contatos com a empresa devem ser feitas on-line. Em casos de urgência consequentemente serão atendidos com prioridade as chamadas coletivas via whatsapp que geram um protocolo. Essas chamadas que se referem a uma falta de energia de uma rua ou de um quarteirão inteiros serão atendidas mais rapidamente do que chamadas individuais.

 

O BOTO - Alter do Chão
Susan Gerber-Barata
Susan Gerber-Barata Seguir

Suíça com passagem por design e jornalismo de moda. Apaixonou-se tardiamente pelo Brasil e mais tarde ainda pela Amazônia, especialmente a culinária amazônica. Cozinha, escreve e fotografa livros, uns sobre culinária amazônica.

Ler conteúdo completo
Indicados para você