'); Rumo ao profissionalismo - seminário prestador de serviços turísticos da região - O BOTO - Alter do Chão
Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Rumo ao profissionalismo - seminário prestador de serviços turísticos da região

Rumo ao profissionalismo - seminário prestador de serviços turísticos da região
Susan Gerber-Barata
jun. 14 - 4 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

"Gosto de uma reunião que sai faísca!"

resume Gabriel Buchalle, do Conselho Comunitário de Alter do Chão e vice presidente do Comtur, Conselho Municipal de Turismo o seminário para os prestadores de serviços turísticos da região Santarém, Alter do Chão e Arapiuns que aconteceu segunda feira, dia 13 de Junho 2022 no centro do idoso.   

 

Andar cada vez mais com as próprias pernas

O seminário, organizado pela prefeitura, colocou na mesma mesa a Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), Secretário de Turismo, Alaércio Cardoso,  Núbia Tavares Oliveira, Secretária Municipal de Planejamento e Desenvolvimento, o ICMBio, bombeiros e algumas associações, as associações dos lancheiros, Atufa e Acefa, essa dos catraieiros todas diretamente envolvidos no turismo local, as muitas vezes distantes, se vendo um o outro como concorrentes, na mesma mesa. O desafio? Definirem juntos novos rumos e meios de se profissionalizar. Ordenar, ligar pontos soltos e se entender foi o grande ganho do dia. Querendo que Alter e o seu turismo ande cada vez mais com as próprias pernas foi o lema. Dessa maneira não faltaram faíscas. Quase todas positivas!

 

"Vamos trabalhar para o coletivo! Assim todos ganham!"

Ingrid Godinho, foto da abertura, dando o tom do evento, contando como cresceu a cooperativa Turiarte que trabalha com Turismo de Base Comunitária. Fundada em 2015, abrange atualmente 12 comunidades todos situadas no Arapiuns, destino muito visitado por turistas que embarcam nas lanchas vindo de Santarém e de Alter do Chão. Turistas aliás que na maioria das vezes vem de fora, do Sul do Brasil ou do exterior. Recebe-se pouco turista local nas águas do Arapiuns.

"Achei através da Turiarte aqui na minha comunidade uma alternativa de vida. Não preciso, não quero ir para fora! Estou muito contente com o meu trabalho que me sustenta e me dá muito prazer!"

Falou-se das taxas e preços cobrados nas visitas nas comunidades associadas que são revertidas em ganhos para a mesma. Esse dinheiro não só paga os serviços básicos como manter toda a comunidade limpa, com água e energia, combustível, mas também são o ganho pão dos associados. Indiretamente incluem todo um resgate cultural, sustentam a agricultura familiar, permitem muitos associados de sair das bolsas do governo e andar com as próprias pernas. Será que a taxa turística seria uma saída parecida para Alter do Chão?

A Turiarte sai da reunião com a tarefa de elaborar um roteiro com preço de um dia que pode atender todas as lanchas que saem de Alter do Chão e Santarém. 

E ainda explicou como conseguiram resolver um problema pelo qual Alter anda não achou rumo: o lixo. Até Alter chega lá ainda vamos ficar com a observação que o pássaro de Alter é o Urubu! No Arapiuns funciona da seguinte maneira: Fundamental é separar o lixo. A parte orgânica vai tanto para compostagem quanto para a ração para a piscicultura que a comunidade pratica. O inorgânico é reciclado ao máximo e somente o que sobra tem como destino um aterro.

Ivo Oliveira, da Associação dos Empreendedores de Turismo de Alter do Chão (AETHA) bate, sempre conciliador e positivo, na mesma tecla, união, união, união, recebendo de braços abertos o caráter agregador do evento. Convicto que turista não quer saber dos tramites atrás do pano, simplesmente quer ser atendido de melhor maneira, enfatiza que uma mudança no tom traz ganhos para todos. Incluir toda a comunidade de Alter do Chão, instruir e tratar com responsabilidade e consciência é fundamental. 

"Quem trabalha com atendimento ao turista é um servidor!"

Atender todo dia turistas exige certa reflexão dessa pessoa, colocando o seu cliente no centro, abstraindo uma pouco do próprio umbigo. Trabalhando em conjunto, quem ganha é o cliente e Alter do Chão que conquista cada vez mais com seus serviços e sua competência em receber. 

 

Modernidades a vista: Ficha de embarque para lanchas

Para dar mais segurança e profissionalizar o serviço das lanchas, está uma ficha de embarque em avaliação. Também está se averiguando o credenciamento dos lancheiros e a uniformização dos mesmos. A ficha de embarque está em estudo com a possibilidade de coloca-la on-line. Dessa maneira ela pode ser acessado através de um QR-Code reader e preenchido on-line no celular e no computador.

Quer saber mais da Turiarte? Aqui a homepage:

https://turiarteamazonia.com.br/

 

 

 


Denunciar publicação

Susan Gerber-Barata

Designer, jornalista e professora de idiomas

0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você