'); Estreia do filme Vídeo-Cartas Tapajós-Arapiuns - O BOTO - Alter do Chão
[ editar artigo]

Estreia do filme Vídeo-Cartas Tapajós-Arapiuns

Estreia do filme Vídeo-Cartas Tapajós-Arapiuns

Live de lançamento: nesta 5a-f 23/09 às 19h

CINEMA DAS ALDEIAS

É com imensa alegria que convidamos todos a participar da live de lançamento do filme Vídeo Cartas Tapajós-Arapiúns.

O filme revela o processo de formação audiovisual que aconteceu nas aldeias da região Tapajós-Arapiuns e Planalto, durante o mês de abril deste ano. Jovens indígenas de quatro etnias se corresponderam através de vídeo-cartas nos gêneros ficção, documentário e animação.

A live conta com a presença dos caciques das aldeias, lideranças indígenas, jovens participantes das oficinas e os realizadores do projetos. O projeto foi selecionado pelo Edital de Audiovisual - Lei Aldir Blanc Pará 2020 e contou com o apoio do CITA - Conselho Indígena Tapajós Arapiuns e do Projeto Saúde Alegria.

Quando: Dia 23/09 às 19h No link  https://youtu.be/itDBMtOzhh0

Sobre o projeto Vídeo Cartas Tapajós-Arapiuns:

As oficinas de cinema promoveram o intercâmbio de correspondência por vídeo entre quatro etnias: borari, arapiún, munduruku e kumaruara, e foram realizadas nas aldeias: Akayú Wasú, Caranazal, Vista Alegre do Capixauã e Açaizal (Pará, Brasil).

Os filmes apresentam o imaginário, a arte e a cultura local, histórias mitológicas e histórias verídicas, cobertura de eventos e festas locais, denúncias contra injustiças sociais e ambientais. Os jovens indígenas se organizaram em grupos e desenvolveram o roteiro das obras, o storyboard da história (com o planejamento em desenho dos planos, contra-planos, pontos de vista e movimentos de câmera), pré-produção, filmagem e montagem.

Os equipamentos audiovisuais foram celulares, microfones (direcional e lapela), tripé e estabilizadores de câmeras. Os jovens aprenderam o manuseio dos aparelhos, assim como dos softwares de captação e edição. A proposta visou criar um espaço onde os jovens pudessem vivenciar processos formativos e criativos sobre as técnicas do audiovisual, produzindo reflexões sobre os temas propostos, as possibilidades estéticas, as estratégias de abordagem, os alcances e desafios das mídias comunitárias. A experiência visou também o intercâmbio dos resultados entre as comunidades visitadas (“vídeo-cartas”), fortalecendo e estimulando o reconhecimento e a troca entre os grupos.

Sobre a região Tapajós-Arapiuns / contexto:

A Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns é fruto de intensas lutas populares e foi iniciativa de organizações da sociedade civil, movimentos de base, sindicais e religiosas pela proteção territorial nas mãos de seus moradores. Um dos resultados desta mobilização foi a articulação de estratégias de conservação da biodiversidade, manutenção do modo de vida das comunidades tradicionais e territórios indígenas, e a retirada de empresas madeireiras que tinham interesses em explorar a área.

Diante do momento político econômico atual do país, em que voltam à pauta propostas de desestruturação de unidades de conservação e assentamentos, nós da equipe realizadora do Vídeo Cartas Tapajós-Arapiuns consideramos urgente a mobilização da juventude em torno dos meios de comunicação e da produção de mídias digitais. Consideramos a capacitação para a comunicação algo fundamental para que a juventude indígena e das comunidades tradicionais possam atuar como agentes produtores e fazedores da cultura e, consequentemente, possam contribuir para a manutenção do território e do seu modo de vida tradicional.

Neste momento a pandemia Covid-19 atingiu diversas aldeias e comunidades tradicionais. Sem controle, a epidemia ameaça destruir, junto com a vida de milhares de pessoas, culturas inteiras de alguns povos, levando ao que representantes indígenas chamam de "verdadeiro extermínio de etnias". Consideramos urgente o registro e difusão (feita pelos próprios moradores) deste rico conhecimento e da realidade crítica atual por meio do audiovisual, sendo este um importante instrumento de registro e comunicação da realidade socioambiental da reserva, assim como a preservação do patrimônio natural, material e imaterial do território.

Equipe Vídeo Cartas Tapajós-Arapiuns:

Coordenação Geral: Carolina Caffé e Pedro Jorge
Produção Executiva: Raphael Ribeiro
Educomunicadores: Carolina Caffé, Clodoaldo Correa da Silva, Luana Kumaruara, Palestina Israel, Pedro Jorge.

Edição e finalização: Mazzile_starr Jovens Indígenas

Participantes: Aldeia Caranã: Eduardo Tabos, Elis Costa Xavier, Juliano dos Santos Sardinha, Laudinei Pereira, Lucas Luidy, Osvaldo Luan Correa de Almeida. Produção local: Osvaldo Luan Correa de Almeida Enilta de Jesus Corrêa.

Aldeia São Miguel/Akayú Wasu: Afonso Giovanni, Jackson Luiz, Robert Romeu, Rislane Arapyun,Delton Arapyun, Alessandra Arapyun, Milena Arapyun, Rayana Arapyun, Alessandra Castro, Milena Santos, Raiana Luana Pinto. Produção local / participação especial: Jarlisson Arapyun (O pescador de Akayú Wasú), Seu Agenor, Cacique Rogério, Oneide Arapyun.

Aldeia Vista Alegre do Capixauã: Amanda Kumaruara, Glenda Raissa Kumaruara, André Lopes Kumaruara, Lucivando Kumaruara, Leonara Kumaruara, Andréia Costa, Jenniff Sousa, Aldineia Kumaruara. Produção Local / participação especial: Seu Lúcio, Cacica Irenilse, Professora, Arthur, Pietro. Aldeia Açaizal: Douglas Santos Rocha Munduruku, Marcely Silva Munduruku, Camilly Santos Munduruku, Eliton Matheus F. Costa Munduruku, Raquel Oliveira Munduruku, Henrique Munduruku. Produção Local: Abimael, Cacique Manoel, Sebastiana Munduruku, Maria Alves dos Santos Munduruku, Josenildo Munduruku.

Canais Vídeo Cartas Tapajós-Arapiuns:

Youtube - https://www.youtube.com/channel/UCAIZ_ZL0Y05qquerd08K3YA

Instagram - https://www.instagram.com/video_cartas_tapajos/

Data da live de lançamento: Dia 23/09 às 19h

No link 👉 https://youtu.be/itDBMtOzhh0

 

 

O BOTO - Alter do Chão
Israel Campos
Israel Campos Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você