'); Borari participa da Conferência do Clima - O BOTO - Alter do Chão
[ editar artigo]

Borari participa da Conferência do Clima

Borari participa da Conferência do Clima

 

No mês de novembro,  o programa de jornalismo da Rádio Comunitária  “Se Liga, Alter"  falou sobre meio ambiente e como somos afetados pelas mudanças climáticas. Jaciara Borari conta de sua participação na Cop- 26, na Escócia, e contamos um pouco sobre o trabalho ambiental dos professores da escola Irmã Dorothy.

 


                          Indígena Borari na COP 26 2021

Jaciara Borari participou da COP 26, em Glasgow na Escócia, a Conferência das Nações Unidas sobre mudança climática. O evento ocorreu entre 1 a 12 de novembro de 2021 e reuniu vários países para debaterem como podem evitar  impactos que estão afetando o  meio ambiente. Nessa manifestação mundial, teve representantes de vários países, povos indígenas e negros.

 

“ Nós não ficamos calados, nós juventude não ficamos calados, fizemos  ações de ativismo e uma dessas ações foi sobre a PL 2.159/2021 que é a PL do licenciamento ambiental, mas nós conhecemos como PL da boiada”

 

O Projeto de Lei 2.159/2021 contraria a obrigação da Constituição Federal de  garantir a proteção ao meio ambiente, possibilitando mais desmatamento, aumentando os problemas climáticos, afetando terras indígenas e territórios quilombolas .

Constituição Federal de 1988

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

De  acordo com Jaciara, dados do clima foram omitidos perante a Cop 26 nas falas dos representantes governamentais do Brasil. Ao contrário da realidade que vemos, eles demonstraram ter preocupação em proteger o meio ambiente e cuidar dos povos originários.

                        

Cuidar do planeta depende de cada um de nós e nossas próprias atitudes. Não poluir o meio ambiente com lixo ajuda a diminuir as consequências.

A escola Irmã Dorothy Mae Stang, localizada na comunidade de Caranazal- Eixo Forte, enfatiza a preservação do meio ambiente, com ações de plantio de mudas de árvores na área externa da escola  e doações  de plantas diversas. Os  alunos fazem parte dessas atividades aplicando na prática o que aprendem com os professores na teoria. 

Essa foi nossa matéria de jornalismo do mês de novembro. Aguardamos vocês no nosso próximo encontro. Até lá, se liga, Alter!

Samara e Enilda Borari

kuwekatureté 

Muito obrigada (o)






 

                        


 

 

O BOTO - Alter do Chão
se liga alter
se liga alter Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você