[ editar artigo]

Nota de repúdio contra a destruição da praia do Maracanã

Nota de repúdio contra a destruição da praia do Maracanã

Pensar na cidade de Santarém é diretamente associa-la a suas belezas naturais, ainda mais as suas belas praias que são patrimônios culturais da cidade, além disso, são fontes de economia para restaurantes, bares, vendedores ambulantes e outros que tanto estimulam o turismo na cidade. Portanto, mais um crime ecológico é feito pela prefeitura de Santarém e está provocando desta vez a destruição da praia do Maracanã. Sem uma consulta prévia digna aos moradores do bairro e de Santarém, pois trata-se de um bem ambiental coletivo. A construção de um monstruoso empreendimento que não visa a favorecer a comunidade e os frequentadores da praia. É um ato arbitrário e criminoso mais uma vez realizado pelo prefeito e seus auxiliares que só visam empreendimentos que prejudicam a coletividade mais vulnerável.

O Movimento Tapajós Vivo e o Movimento Maracanã na luta vem a público repudiar a destruição de mais um bem ambiental e a degradação dos Lago e do Rio Tapajós que vem agonizando e pedindo socorro aos filhos e filhas desta

O BOTO - Alter do Chão
Movimento Tapajós Vivo
Movimento Tapajós Vivo Seguir

Somos um coletivo organizado em 2009, através da união de militantes de organizações da sociedade civil. O MTV luta pela soberania dos povos da Amazônia, em especial na bacia do Tapajós.

Ler matéria completa
Indicados para você