[ editar artigo]

FEZES, mais um TABU de "LIXO"

FEZES, mais um TABU de

Embalagens, eletrodomésticos, ferramentas, movéis, brinquedos, louças, sujeira, trash, resto de comida cozida, fraudas, garrafas, pobreza, descaso, latas, barbantes, denegrir,  prostituição, fezes, mucosas, bitucas de cigarros, materiais sintéticos,  tudo que é produzido demasiado para o descarte do ser humano e o sentimento que a ele não lhe faz mais uso. 
Dane-se o que o planeta vai pensar ou reagir. É lixo...

...não há lixo!

Quero dizer: se há, há de haver um local para depositarmos: uma fossa gigante que engoliria tudo e deixaria la embaixo, no centro da Terra, para ainda assim não o encararmos.
O lixo é mal. É feio, espaçoso, não tem harmonia. Sempre está no lugar errado, atrapalhando uma saída ou "enfeiando" um sítio.
Cheira mal, fede! A aparência gera repulsa. Queremos o lixo longe de nos. Deus o livre!

O lixo é o descarte. É o "clasmocitar" do ser humano. A limpeza interna de pensamentos transformados em capitalismo.
Quando comemos produtos naturais, por instintos, ja temos asco destes alimentos processados em excrementos pelo nosso organismo.
Imaginemo-nos agora comendo a basura, esta que nosso pensamento não ocorre mas que já esta boiando pelos rios e oceanos há décadas.
Que raios de  M... é gerado comendo plásticos, tumores, produtos irradiados e sintéticos?

A compulsão pelo consumismo aumenta, assim como cresce o nojo pelos excrementos e descartes dos seres humanos.

Consigo ja analisar meu coco e manter uma relação com esses minúsculos seres que cuidadosamente projeto sob a terra ampliando a vida naquele espaço.
Se supone que la vida se alimenta de la vida.

A #tribodosolalterdochao  possui banheiro seco que itinera pelo ambiente nutrindo a terra! 

🔆

O BOTO - Alter do Chão
Ler matéria completa
Indicados para você