'); Desenvolvimento sustentável em Santarém é debate em evento promovido por Grupo de Estudos em Igualdade Racial - O BOTO - Alter do Chão
[ editar artigo]

Desenvolvimento sustentável em Santarém é debate em evento promovido por Grupo de Estudos em Igualdade Racial

Desenvolvimento sustentável em Santarém é debate em evento promovido por Grupo de Estudos em Igualdade Racial

Aconteceu no dia 14 de abril o evento online “Representatividade e suas vozes: Edição Vozes Masculinas Negras”, promovido pelo Grupo de Estudos em Igualdade Racial Esperança Garcia, de São Paulo, que tem a finalidade de debater e apresentar matérias sobre a historicidade da raça negra, tratar temas como racismo e seus reflexos sociais e jurídicos. A transmissão está disponível na página do Facebook do Grupo.

Estavam presentes diversos profissionais que trataram de diferentes assuntos, como saúde mental, linguística, representatividade e religiosidade. O Coordenador do Maparajuba, Ciro Brito, tratou do tema “Desenvolvimento sustentável para Povos Tradicionais” por meio da provocação: “Que tipo de desenvolvimento queremos da Amazônia e não para a Amazônia?”, situando a cidade de Santarém como central nessa discussão.

“Os debates na arena pública santarena contemplam grupos que se posicionam contrários e favoráveis a determinado empreendimento, iniciativa jurídica ou ação administrativa da Gestão municipal. Natural que assim o seja nos tons democráticos. Nessa arena, um elemento que se percebe tomar cada vez mais corpo nos argumentos de ambas as posições é o ambiental.”, disse o Coordenador.

Abordando o debate sobre projetos de “desenvolvimento” para a Amazônia, especificamente na região de Santarém, Ciro enfatizou: “É preciso que pautemos o desenvolvimento sustentável, cientes que estamos na Amazônia e que ela sofre risco ambiental e climático, ao mesmo tempo que é foco de grandes projetos que se dirigem em sentindo contrário ao do desenvolvimento sustentável.”

O BOTO - Alter do Chão
Maparajuba Advocacia  Popular na Amzônia
Maparajuba Advocacia Popular na Amzônia Seguir

Coletivo de Advocacia Popular na Amazônia

Ler conteúdo completo
Indicados para você