[ editar artigo]

Algumas aves que você pode ver em Alter do chão

Algumas aves que você pode ver em Alter do chão

Com colaboração e fotos de Susan Gerber e Israel Campos

Águia pescadora

Pandion haliaetus

Segundo o Wiki Aves, essa grande ave de rapina alimenta-se de peixes, mas também captura aves e pequenos mamíferos. Carrega as presas em suas garras posicionando-o de forma aerodinâmica para melhor condição de voo.

Foto Luiz Frare

 


Araçari-de-Bico-Branco

Pteroglossus aracari

Foto Susan Gerber

Os colaboradores Wiki Aves já escreveram sobre diversas espécies de Araçaris, mas o Araçari-de-bico-branco é esse com uma cinta vermelha na cintura e que é presente aqui no Pará. Essa ave adora frutíferas e copas de árvores! As palmeiras-juçaras e canelas são as preferidas. Come basicamente frutos e coquinhos, também gostando de alguns insetos e invertebrados. "Vive normalmente em grupos com cerca de 10 indivíduos, voa em fila indiana através de clareiras na floresta. Evita tucanos maiores (Ramphastos). É importante dispersor de sementes, assim como outros tucanos".

Fotos Susan Gerber

Araracanga

Ara macao

 

Segundo o Wiki Aves, gosta de alimentar de buriti e coquinhos.

Foto Israel Campos

Costuma andar em bando ou em pares. Adora os buritizais. 

 


Arancuã-pequeno

Ortalis motmot

Foto Susan Gerber

Segundo os colaboradores do Wiki Aves, é bastante semelhante a um faisão e canta como uma galinha de angola doméstica. Aqui no Pará, gosta mesmo é de comer açaí. Come basicamente frutos, folhas, brotos, grãos e insetos. Vive em grupos de família e são bastante barulhentos.

  • Foto Susan Gerber


Arapaçu-de-bico-branco

Dendroplex picus

Foto Susan Gerber

Segundo os colaboradores do Wiki Aves, o assobiador é extremamente semelhante a outras espécies do gênero. Ocorre nos estados do Amazonas, Pará, Roraima e Amapá.


Cardeal da Amazônia

Paroaria gularis

Granívoro e territorialista, o cardeal pode ser visto na beira do lago, perto de igarapés, poças d'água e em arbustos. Vive em pares ou em pequenos grupos.

 


Carrapateiro

Milvago chimachima

Um dos gaviões mais populares do país, encontrado em todo território nacional, inclusive em áreas urbanas e rodovias. Segundo os colaboradores do Wiki Aves, esses falcões se alimentam basicamente de carrapatos (normalmente encontrado em bois, cavalos e capivars), mas também comem lagartas e cupins, saqueia ninhos, além de frutas e carniças.

Foto Susan Gerber


Cigana

Opisthocomus hoazin

Segundo o Wiki Aves, alimenta-se de "novas, flores e frutos de aninga, siriúba (uma planta do mangue), embaúba (planta pioneira que cresce em locais de muito sol), aguapé (plantas aquáticas flutuantes) e capim novo." Vive nas margens de rios, lagos e áreas alagadas. 


Gaturamo-verdadeiro

Euphonia violacea

Foto Susan Gerber

São muitas espécies de gaturamo no Wiki Aves, mas a mais semelhante a esse fotografado por Susan Gerber em Alter do Chão é o Gaturamo-do-Norte, que também acontece aqui no Pará. São aves cantoras!

Foto Susan Gerber


Iratauá-grande

Gymnomystax mexicanus

 Margi Moss/ Wiki Aves

Muito comum no Lago Verde. Muitos confundem com o Japim, abaixo.
Faz ninho na forma de uma cesta.


Japim Xexéu

Cacicus cela

Foto Luiz Trevisan / Wiki Aves

Alimenta-se de principalmente de frutos (adora mangas) e sementes, mas come de tudo, inclusive, às vezes, "saqueia ninhos de outros pássaros".
Vivem em colônias, com seus ninhos também agrupados em árvores baixas.


Pica-pau de Topete Vermelho

Campephilus melanoleucos

Segundo os colaboradores do Wiki Aves, alimenta-se de larvas de insetos em troncos de árvores e frutos.

Foto Susan Gerber


Sabiá-barranco 

Turdus leucomelas

sabiá-barranqueira, capoeirão, sabiá-de-cabeça-cinza, sabiá-fogueteiro, sabiá-branco, e sabiá-pardo. 

Foto Susan Gerber

O sabiá-barranco tem o tordo cinzento. Segundo os colaboradores do Wiki Aves, é amarronzado nas asas (conforme foto de Susan). Adora minhocas e insetos, mas gosta também de frutas. Constrói ninho apoiado em galhos, canta somente na primavera época em que namora.

 


Saíra Amarela

Tangara cayana

Segundo o Wiki Aves, "a fêmea é mais pálida e não possui a máscara de cor negra. Em ambos os sexos as asas apresentam uma coloração verde brilhante". Alimenta-se de insetos. Faz o ninho em forma de taça aberta.

Foto Susan Gerber


Saí-azul

Dacnis cayana

 

Segundo o Wiki Aves, "apresenta acentuado dimorfismo sexual: o macho é azul e negro, com as pernas vermelho-claras, enquanto a fêmea é verde, com a cabeça azulada e pernas alaranjadas. Seu canto é um gorjear fraco". Alimenta-se néctar, insetos e frutas. Costuma frequentar comedouros.

Fotos Susan Gerber

 


Sanhaçu-da-amazônia 

Tangara episcopus

Sanhaçu-da-amazonia (Tangara episcopus) banha-se no quintal do casal Edson e Annelyse. Foto Renato Rizzaro - ref Wiki Aves

Fotos Susan Gerber

Alimenta-se de pequenos frutos, brotos, botões e flores, polpa e sucos.
Faz ninho em formato de tigela.
Vive em grupos de cerca de seis indivíduos, próximo à copa.


Sanhaçu-do-coqueiro

Tangara palmarum

Fotos Susan Gerber

 


Surucuá-grande-de-barriga-amarela

Trogon viridis

De acordo com o Wiki Aves, os surucuás se alimentam de frutos e insetos (formigas e artrópodes) capturados no alto das árvores. Fazem seus ninhos em cupinzeiros ou buracos de árvores na floresta.

Durante o período de reprodução, vários machos podem se juntar pra fazer uma cantoria do acasalamento.

 


Tucano-de-bico-preto

Ramphastos vitellinus

Esses lindos tucanos amazônicos se alimentam de artrópodes em geral (inclusive cupins, no cupinzeiro e em revoada), aranhas, ovos, filhotes de outras aves, anfíbios e morcegos. Segundo o Wiki Aves, eles bebem água armazenada no interior de bromélias.


Udu de Coroa Azul

Momotus momota

Wiki Aves

Vive em casal.
Alimenta-se de frutos, insetos e pequenos invertebrados.
Reprodução entre julho e novembro.
O ninho pode ser um buraco em barranco de rio, às vezes com mais de um metro e estreito, onde são depositados três ou quatro ovos brancos. 

Foto Susan Gerber


Urubu de cabeça vermelha

Cathartes aura

Segundo o Wiki Aves, como outros urubus, "graças à sua capacidade de voo e sensibilidade do olfato, costuma ser o primeiro urubu a chegar na carniça". Gosta de campos, matas e bosques.

Foto Israel Campos

O BOTO - Alter do Chão
Ler matéria completa
Indicados para você